Estudo sobre a eficácia da aromaterapia no tratamento da ansiedade e/ou hipertensão arterial

FILHO, Geraldo Leite de Melo

FILHO, Geraldo Leite de Melo

Estudo sobre a eficácia da aromaterapia no tratamento da ansiedade e/ou hipertensão arterial

Um dos tratamentos complementares utilizados na recuperação da saúde individual é a Aromaterapia, que usa os óleos essenciais extraídos das plantas, especificamente das flores, folhas, frutos e raízes. É uma prática da medicina alternativa com o objetivo de tratar os aspectos físico, mental, emocional e espiritual de cada pessoa. Este trabalho tem como principal objetivo analisar através de uma revisão literária a eficácia da aromaterapia no tratamento das doenças de ansiedade e/ou hipertensão arterial. Essas patologias estão sendo bastante estudadas pelos profissionais da saúde devido ao alto índice da prevalência na população e a dificuldade de adesão ao tratamento, perante esta problemática, desenvolvemos este estudo para verificar se há indicação médica da aromaterapia para essas doenças e se há eficácia do tratamento. Acredita-se que a cura para algumas patologias humanas pode advir de certas substâncias encontradas in natura. Pode-se perceber que a atuação de vários óleos essenciais tais como: lavanda (Lavandula angustifólia), gerânio (Pelargonium graveolens) e alecrim (Rosmarinus officinalis), agem de forma eficaz no tratamento das enfermidades citadas. Assim, compreende-se que determinadas substâncias extraídas de plantas tem caráter curativo, de comprovação científica. Essa questão vem fundamentar o uso de certas plantas pelo conhecimento e práticas utilizadas há milênios pelo senso comum. A base para a construção teórica desse estudo partiu-se da busca na literatura por formas diferenciadas da medicina tradicional no tratamento de hipertensão arterial e/ou ansiedade. Diante disso, foi realizado um levantamento bibliográfico que aborda o assunto, publicado nos últimos dez anos, em língua inglesa e portuguesa, totalizando em 290 periódicos. As análises da literatura sugerem que, na utilização do tratamento não medicamentoso a aromaterapia produz efeito de melhora significativa em pacientes que se submeteram ao tratamento, porém, em conjunto com o tratamento medicamentoso. Dessa forma, esse estudo permitiu esclarecer a comunidade acadêmica e leiga os benefícios oriundos dessa terapia alternativa a melhoria de quadros de ansiedade e/ou hipertensão arterial.

Estudo sobre a eficácia da aromaterapia no tratamento da ansiedade e/ou hipertensão arterial

FILHO, Geraldo Leite de Melo