content

Bootstrapping: saiba o que é e como criar uma startup com recursos próprios.

Muitas vezes, para dar início a uma startup de sucesso, é preciso correr atrás de investidores, além de muitas outras atividades que tomam boa parte do tempo do empreendedor e de seus sócios. Contudo, nem sempre é fácil conseguir um investimento externo, fazendo com que seja necessário buscar outras maneiras de iniciar o negócio. É aí que entra o termo bootstrapping que é a modalidade de começar um empreendimento apenas com recursos próprios.

 

Quer entender melhor sobre a expressão? Continue a leitura e confira:

 

O que é?

 

O termo é complexo de traduzir, mas fácil de entender e muito importante para quem deseja empreender. Bootstrap, em tradução literal, significa alça de bota. Isto é, o pedaço de couro que fica atrás da bota e acima do calcanhar. É o recurso que facilita na hora de puxar a bota para calçar.

 

Por conta disso, o termo “levantar a si próprio pelas alças da bota” era bastante usado em inglês desde o século XIX. A ideia era ilustrar tarefas consideradas impossíveis. Dessa forma, realizar o bootstrapping no seu negócio representa o processo de alavancar a si próprio.

 

No primeiro momento, a prática pode parecer arriscada, mas não quer dizer que é impossível. Grandes empresas como Dell e Microsoft foram criadas por meio de bootstrapping, com grande esforço do seu time inicial e sem investimentos, por exemplo.

 

Como começar uma startup com recursos próprios?

 

Antes de mais nada, para começar um negócio com suas próprias mãos, é preciso de muita organização e planejamento. Portanto, é necessário elaborar um plano de negócios.

 

É fundamental analisar todo o mercado no qual o produto será inserido, levantando os principais concorrentes, oportunidades e possíveis riscos que possam surgir.

 

Além disso, é preciso construir todos os pontos operacionais. Tenha em mente questões como:

 

  • Número de funcionários do negócio;

  • Tamanho do espaço físico ( analisar se será preciso alugar um espaço ou não, por exemplo);

  • Dimensão da operação da startup;

  • Materiais que precisarão ser adquiridos.

 

Por último, é preciso realizar um levantamento de todos os valores dos investimentos iniciais e dos custos que o negócio irá gerar.

 

Você nunca aprendeu assim

 

Na UNESC Digital você tem acesso a obras de autores renomados, com resumos em texto, áudio ou mindmaps, garantindo maior agilidade e produtividade à sua rotina.

 

 

Estude em um formato 100% online que prioriza a sua experiência, com uma metodologia exclusiva e duração de 6 meses.

 

Conheça os nossos cursos e descomplique a sua evolução profissional.

Comentários